Clube

Pavilhão Municipal do Ginásio Clube de Odivelas

Rua Tomás José Olaio [junto aos Bomb Voluntários]

2675-200 Odivelas

 

 

transportes: Metro estação do Senhor Roubado


Estação de Metro do Senhor Roubado

 

 

 

 

Ver localização do Pavilhão aqui

 

O Ginásio Clube de Odivelas (GCO) é uma associação desportiva sem fins lucrativos, fundada em 5 de Maio de 1975. É detentor do estatuto de Utilidade Pública. O GCO tem a sua página electrónica em ginasiodeodivelas.com.

Tem actualmente 7 secções (Andebol, Ginástica, Hóquei em Patins, Patinagem Artística e Xadrez, Danças de Salão e Aeróbica).A secção de xadrez teve início na época de 1994/95. Tem o blogue oficial em Há Xadrez em Odivelas. A secção de xadrez do  GCO está igualmente listada no directório FIDE Chess Clubs.

Um pouco de história da nossa secção:

Clube apaga agora as velas dos 30 anos mas a Secção de Xadrez conta pouco mais de 15 no seu historial.

Apesar da sua curta existência, o Xadrez do GCO apresenta um curriculum invejável.

Organizámos 5 edições do Torneio Internacional de Semi-Rápidas, com uma média de participantes superior a 150 jogadores. Organizámos, também, várias provas de partidas clássicas, por vezes inseridas no calendário distrital.

Desde a época de 1994/1995 temos obtido, de forma ininterrupta, títulos nacionais ou distritais, quer individual, quer colectivamente.Com efeito, nestas 14 épocas (e a actual ainda não terminou!) foram obtidos 52 títulos oficiais (1 da União Europeia, 25 nacionais e 26 distritais) o que dá uma média superior a 3 títulos por época desportiva. Destes 52 títulos, 43 foram individuais e 9 por equipas.

Nestas 14 épocas, os jogadores do GCO foram escolhidos, pela Federação Portuguesa de Xadrez ou pela Associação de Xadrez de Lisboa, para representarem Portugal ou Lisboa (e o Clube) 23 vezes, 17 das quais individualmente e 6 por equipas.

Fica-nos na memória o título feminino da União Europeia em Sub-12 obtido pela Ana Baptista; os 8 títulos – consecutivos – de Campeã Nacional Feminina da Catarina Leite; o título de Campeão da IIª Divisão por equipas obtido pelo GCO; os títulos outorgados pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE) a Catarina Leite (Mestre Internacional Feminina – única portuguesa a ostentá-lo!) e a Ana Baptista (Mestre Fide Feminina – só há 4 portuguesas com tal distinção).

Entre as centenas de jogadores de Xadrez que se filiaram pelo GCO merecem, um óbvio, destaque as jogadoras Catarina Leite (13 títulos nacionais, 5 distritais e 12 representações em provas internacionais) e Ana Baptista (8 títulos nacionais, 2 distritais e 6 representações em provas internacionais).

Mas merecem, também, que se deixe registado – para memória futura – o nome de todos os outros jogadores que contribuíram, com o seu empenho, para a obtenção de títulos individuais e colectivos: Alberto Mendes, Alda Carvalho, António Peixoto, António Pereira dos Santos, Carlos Daniel Joaquim, Carlos Sirgado, Claúdia Sirgado, Diana Soares, Filipe Leite, Hugo Alves, Jorge Petruci, José Pinheiro, Luís Oliveira, Manuel Santos, Maria Armanda Plácido, Pedro Durão, Pedro Matias, Pedro Navarro, Pedro Peixoto, Renato Vasconcellos, Rex Blalock e Tiago Lima.

A todos o nosso reconhecimento!

Um agradecimento sincero pelo apoio concedido, desde o início da Secção de Xadrez, ainda que de forma cada vez mais espaçada no tempo, à Câmara Municipal de Loures, à Comissão Instaladora do Município de Odivelas, à Câmara Municipal de Odivelas e à Junta de Freguesia de Odivelas.

A todos queremos reafirmar o nosso empenho em colocar o Xadrez ao serviço da comunidade, difundindo os princípios de solidariedade e de ética que estão, ou deveriam estar, associados a este desporto.

David Braga, do jornal Nova Odivelas, em 25/1/201o, dedicou uma reportagem ao GCO.

Anúncios